Experiência Lucky: Rafael Colla


rafaelcolla_foto

Rafael Colla tem 26 anos e é empresário do ramo da construção civil. Além de ser fã e praticante de esportes. Formado em Administração, especializou-se em Family Business pela HSM e passou a atuar na empresa da família. Em viagens pelo mundo, Colla busca conhecer iniciativas inovadoras e que valorizam a sustentabilidade. O empresário ainda coordena grupos de estudos do IEE (Instituto de Estudos Empresariais), do qual é membro desde 2014.

Aqui, ele conta como foi sua passagem pelo processo de coaching na Lucky Co, com Alexandre P. Machado:

Por que você buscou o coaching?

Foi indicação de um amigo. Não sabia exatamente do que se tratava. Mas em seguida comecei a valorizar o processo de coaching pela possibilidade de agregar uma visão externa a minha realidade. Trabalho na empresa da família e morava com meus pais, esse universo parecia muito igual para mim. Apesar de ter vários amigos empreendedores com quem compartilho experiências, entendi que reservar um horário e buscar um ambiente profissional faria toda a diferença.

Como foi a experiência com o coach Alexandre P. Machado?

Além de um coach, ganhei um grande amigo. É impressionante o potencial que o Alexandre desenvolve nas pessoas dispostas a crescer e com vontade de fazer a diferença. Na Lucky, os desafios que pareciam difíceis passaram a fazer sentido, e eu passei a me sentir muito mais seguro pra tomar decisões. A Lucky segue sendo uma grande fonte de referências, recomendações, exemplos e atualizações, está sempre presente na minha rotina.

Você recomendaria a Lucky?

Sim, sem dúvida. Esse tipo de trabalho é como um bom livro: você recomenda, mas só quem tem dedicação e disposição vai lê-lo até o final. O que posso dizer é que existe uma fonte de autoconhecimento e de motivação próxima e possível, um lugar que permite e incentiva a conexão de pessoas com os mesmos interesses e que ajuda no alcance dos objetivos. Sejam eles quais forem.

O que mudou em você depois do coaching?

O empowerment para seguir crescendo em um ambiente altamente competitivo, a compreensão de que dividir ideias e pontos de vista com alguém externo e neutro me ajudaria a tomar as melhores decisões. A visão de que existem diversas oportunidades e que devemos estar com a mente focada para conseguir aproveitá-las. É um processo que segue me acompanhando e que me impõe desafios para que eu siga trabalhando e estudando ao máximo para transformar meus sonhos e projetos em realidade.

Comentários

comentários

Comentários